:: Hallows :: - Índice
 Portal  •  FAQ  •  Busca  •  Regras  •  Usuários  •  Registrar  •  Entrar

28 de Setembro de 1995 - Noite do Baile de Gala
Ir à página 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Próximo
 
Novo tópico   Responder tópico    :: Hallows :: - Índice -> Hogwarts - Interiores -> Salão Principal
Exibir tópico anterior :: Exibir próximo tópico  
Autor Mensagem
Angel
Administrador
Administrador



Angel está offline 
Usuário nº 135
Registrado: 19/06/2007
Mensagens: 9





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 01:23    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação



O Baile De Gala começou! O Salão Principal está decorado especialmente para a ocasião, com uma pista de dança redonda e espaçosa, um pequeno palco com música ao vivo na frente da mesma, grandes e belas mesas de comida e bebida e dezenas de mesinhas menores para os convidados. Aproveitem a festa!

Foto.

_________________
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
XenoWarrior Darkblade
Corvinal
Corvinal



XenoWarrior Darkblade está offline 
Usuário nº 9
Registrado: 01/06/2007
Mensagens: 13





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 02:28    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Xeno chegou no baile ajeitando a gravata e tomando cuidado para que Sophitia não pisasse no seu pé com um dos saltos agulha letais dela. Ele havia passado o dia inteiro trancafiado no quarto estudando um livro sobre venenos, mas também, depois do dia anterior em hogsmeade, ele precisava de um tempo com sua segunda paixão. Já que era baile de gala, havia resolvido usar um terno, só que como toque especial, o terno era verde. Riu de si mesmo e imediatamente foi para uma mesinha no canto, e sentou-se. Não era o melhor dançarino do mundo, então esperaria até que Sophie o chamasse para a pista. Se bem que, com aquele terno, qualquer movimento que ele fizesse seria capaz de ofuscar a visão de algum desavisado. Talvez ele devesse jogar alguma magia no terno na hora de ir dançar para ele ficar de uma cor mais aceitável! Bom, de qualquer forma, o baile mal havia começado... Uma relaxadinha até chegarem seus amigos seria uma boa idéia.
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Nikki Rockefeller
Grifinória
Grifinória



Nikki Rockefeller está offline 
Usuário nº 281
Registrado: 09/07/2007
Mensagens: 23





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 02:50    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Nikki não tinha muita coisa para fazer durante o sábado. Depois de um dia inteiro dividida entre ócio total, fingir que lia qualquer coisa ou arrumar detalhes do baile, a noite caiu e ela viu seu reflexo todo arrumado no espelho do dormitório. Cabelo perfeitamente alinhado, maquiagem luminosa e bem feita, um vestido ao mesmo tempo sexy e elegante.. Enfim, ela achava que estava muito bem, obrigada. Ainda era cedo, pouco mais de 20 horas, mas ela não fazia questão de esperar o salão encher e nem se importava em ser uma das primeiras. Assim como não se importava em ir sem um par. Pra quê? Tinha nascido sozinha, não era grudada em ninguém, sabia se virar quando precisava. Cumprir rituais e ir de parzinho para bailes de gala podia até ser fofo, mas era desnecessário e, porque não dizer, terrivelmente brega.

A garota chegou no salão e deu uma volta vendo a decoração, as mesas, tudo. Estava bem legal, como sempre Hogwarts não deixava nada a desejar. Pouquíssimos alunos já estavam ali, mas ela reconheceu um casal de namorados do seu ano e resolveu cumprimentá-los.

Sophitia, Xeno, como vão?
-ela passou a mão no ombro da menina e estendeu a mão para seu namorado apertar. Na verdade nunca tinha reparado em ambos como um casal, então não sabia se eram do tipo ciumentos, grudados, liberais ou o quê. Por via das dúvidas, ela segurou no acento de uma das cadeiras do lado da moça e mais longe de Xeno, e perguntou em um tom simpático:

-Se importam se eu me juntar aos dois um pouquinho? Não quero me sentar só, mas eu juro que fecho os olhos se quiserem namorar a vontade.
-ela riu, olhando ora para os dois e ora para a porta de entrada. Queria que todo mundo chegasse logo.

_________________

but she will be loved.
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Sophitia Falliah
Grifinória
Grifinória



Sophitia Falliah está offline 
Usuário nº 8
Registrado: 01/06/2007
Mensagens: 11





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 04:03    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Sophitia entrou no salão principal já chateada com sua roupa de gala. Vestido longo, preto, e saltos agulha de 6 cm... Pelo menos os saltos seriam ótimos para pisar no pé de Xeno, se ele não fosse tão bom em desviar. Ela queria ir direto pra pista e dançar, mas sabia que Xeno não iria assim de cara. Era melhor esperar... um pouquinho. Ele dirigiu-se a uma mesa do canto e se sentou, movimento que ela imediatamente acompanhou. Estavam alí, sentados lado a lado, quando, de repente...

Citação:
Sophitia, Xeno, como vão?


-Nikki! E aí, beleza? - Sophitia disse, logo levantando e dando um abraço na garota. -Vou bem, obrigada. Já, esse aí... Bem, se depender de mim, é melhor comprar umas rosas e mandar entregar na ala hospitalar. Ele vai se animar um pouco... - Disse Sophitia, lançando um olhar malicioso para Nikki, e depois sorrindo com a risada de Xeno. Já era comum ela ameaçar ele a torto e direito, quem estranhasse é que ia ser estranho.

Citação:
-Se importam se eu me juntar aos dois um pouquinho? Não quero me sentar só, mas eu juro que fecho os olhos se quiserem namorar a vontade.


-Esteja à vontade. Agora, se a gente resolvesse namorar 'a vontade', ia precisar tapar os ouvidos também. Não se preocupe... nós não vamos deixar você aí na vanguarda. Na verdade... Até queria um pouco de 'companhia' feminina. O Xeno me cansa, às vezes... Não é, amor? - Sophitia terminou a frase olhando para Xeno e soltando uma leve risada, depois lançou um olhar convidativo para Nikki. -E o dia em que eu resolver que um tempero cai bem, ele não reclama...
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Quentin Matsys
Corvinal
Corvinal



Quentin Matsys está offline 
Usuário nº 203
Registrado: 02/07/2007
Mensagens: 32





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 10:15    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Quentin chega, com sua roupa de gala, e se senta esperando Misa, nervoso, afinal, não sabia dançar, ele sabia que iria tropeçar e acabar estragando a noite da sua amiga, mas começou a tentar não se preoucupar com isso, respirava e inspirava fundo, e não conseguia para de pensar...Onde diabos estaria Misa e Jade? Ele havia combinado com Misa de se encontrarem lá, ele mesmo pensou em furar ou desmarcar, mas não teve coragem, então... ficou lá, pensando na vida, se haveria algo de errado com ele, sua roupa estava boa, afinal, Misa tinha bom gosto, ou quase, ficou pensando de forma otimista que nada iria sair errado, ficou revisando o conteúdo de Aritmancia, percebeu então que isso já era demais e se levanta pronto pra ir, mas se depara com Misa, faz um risadinha forçada e diz: Errrm....Misa! Tava indo te procurar Feliz Ele se senta novamente.
_________________
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada MSN Messenger
Nikki Rockefeller
Grifinória
Grifinória



Nikki Rockefeller está offline 
Usuário nº 281
Registrado: 09/07/2007
Mensagens: 23





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 14:24    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Nikki havia sido bem recebida na mesa onde estava o casal Sophitia e Xeno. A garota se levantou para cumprimentá-la e disse em um tom carregado de ironia:
Sophitia escreveu:
-Nikki! E aí, beleza? -Vou bem, obrigada. Já, esse aí... Bem, se depender de mim, é melhor comprar umas rosas e mandar entregar na ala hospitalar. Ele vai se animar um pouco...

-Ah, que chato... O namorado não está aguentando seu 'pique', Sophitia?
-ela tentou entrar na brincadeira para não ficar pouco a vontade. Eles pareciam ser do tipo "engraçadinhos", e ela perguntou se podia se sentar ali. Fecharia os olhos se os garotos quisessem ficar mais a vontade.
Sophitia escreveu:
-Esteja à vontade. Agora, se a gente resolvesse namorar 'a vontade', ia precisar tapar os ouvidos também.

Nikki riu, levemente encabulada. Porque será que os dois achavam que precisavam revelar detalhes de sua intimidade para ela? Bem... Tudo bem, ela balançou a cabeça como se não levasse a sério.
Sophitia escreveu:
Não se preocupe... nós não vamos deixar você aí na vanguarda. Na verdade... Até queria um pouco de 'companhia' feminina. O Xeno me cansa, às vezes... Não é, amor? -E o dia em que eu resolver que um tempero cai bem, ele não reclama...

Nikki continuava sorrindo, mas agora qualquer um podia perceber que ela estava mesmo encabulada. Sophitia parecia dominar a relação, e Xeno não dava nenhum sinal de se opor àquilo. A garota falava tudo que queria e parecia tão tímida quanto o Pirraça. Para Nikki, que sabia falar com todos numa boa mas não costumava ganhar nenhum troféu de Miss Ousadia, a conversa com o casal estava se saindo praticamente um desafio.

-Interessante... Vocês são sempre assim? Quer dizer, Soph manda, Xeno obedece, e todos são felizes para sempre? Nunca tinha visto vocês dois juntos por mais que alguns segundos, mas confesso que nesse momento a impressão que dá é que são... Digamos, não-convencionais. -ela olhou para uma das mesas ali perto e viu uma vasilha com ponche. Pensou que dali a alguns minutos iria se levantar e pegar um pouco, pois já estava começando a sentir sede. -Sem ofença, claro, como eu disse é interessante.

_________________

but she will be loved.
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
XenoWarrior Darkblade
Corvinal
Corvinal



XenoWarrior Darkblade está offline 
Usuário nº 9
Registrado: 01/06/2007
Mensagens: 13





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 16:42    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Citação:
-Ah, que chato... O namorado não está aguentando seu 'pique', Sophitia?


-Ela é que não agüenta o meu. Olá, Nikki. É um enormíssimo prazer vê-la. - Disse Xeno, dando um beijinho (na bochecha ¬¬') em Nikki e sorrindo. -Ela só gosta de reclamar, isso sim.

Sophie escreveu:
-Esteja à vontade. Agora, se a gente resolvesse namorar 'a vontade', ia precisar tapar os ouvidos também.


Citação:
Nikki riu, levemente encabulada. Porque será que os dois achavam que precisavam revelar detalhes de sua intimidade para ela? Bem... Tudo bem, ela balançou a cabeça como se não levasse a sério.


-Sophitia... Você precisa parar com essas. Olha só, a Nikki já está toda encabulada. Eu sei, você gosta de contar vantagem da sua vida sexual a torto e direito, mas tenha um pouquinho de discrição...

Xeno riu e segurou a mão de Sophitia quando ela ia lhe dar um tapa, entrelaçando seus dedos com os dela e beijando a mão dela. Quase fingiu, entretanto, que não conhecia ela, com a próxima frase.

Citação:
Não se preocupe... nós não vamos deixar você aí na vanguarda. Na verdade... Até queria um pouco de 'companhia' feminina. O Xeno me cansa, às vezes... Não é, amor? -E o dia em que eu resolver que um tempero cai bem, ele não reclama...


-Não deixar ela na vanguarda, tudo bem. Agora, Sophitia... em quem cansa quem, é você que me dá uma canseira, princesa. Não pára quieta um minuto. Será que você consegue ter um orgasmo e ficar mais do que dois segundos aproveitando-o? Ou coisa do tipo? - Xeno deu uma pausa. -E quanto ao tempero, desde que seja apimentado...

Xeno deu uma bola olhada em Nikki, que estava corada como um pimentão. Olhou fixamente para ela até que ela olhasse para ele e depois revirou os olhos, pra mostrar que já havia se acostumado com a atitude de Sophitia e que era melhor levar numa nice, porque com doido, não se discute. Sorriu para ela de modo a deixá-la um pouco menos encabulada.

Citação:
-Interessante... Vocês são sempre assim? Quer dizer, Soph manda, Xeno obedece, e todos são felizes para sempre? Nunca tinha visto vocês dois juntos por mais que alguns segundos, mas confesso que nesse momento a impressão que dá é que são... Digamos, não-convencionais


-Não é bem assim... Ela manda, eu não escuto, a gente discute, e acaba entrando em um acordo.... Fazer o quê, ela gosta de mandar, e eu, gosto de ficar quieto e deixar as coisas rolar. Então... melhor obedecer que é menos trabalho. Sabe como é...Tenho duas paixões na vida. Minha namorada... - Xeno parou e deu um rápido selinho em Sophitia -E livros. Adoro ler!

Citação:
-Sem ofença, claro, como eu disse é interessante.


-Sem ofensa. Já estamos acostumados com as pessoas perguntando como a gente se agüenta. A melhor resposta é que é bem melhor discutir com ela do que ficar sem ela... - Xeno soltou uma risada. -E, é claro, é muito melhor beijá-la do que discutir com ela.
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Nikki Rockefeller
Grifinória
Grifinória



Nikki Rockefeller está offline 
Usuário nº 281
Registrado: 09/07/2007
Mensagens: 23





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 19:36    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Nikki estava cada vez mais constrangida com a forma que o casalzinho ao seu lado agia um com o outro e com ela própria. Depois de ouvir mais do que o necessário sobre detalhes pessoais da vida deles, o melhor comentário veio de Xeno:
Xeno escreveu:
-Não deixar ela na vanguarda, tudo bem. Agora, Sophitia... em quem cansa quem, é você que me dá uma canseira, princesa. Não pára quieta um minuto. Será que você consegue ter um orgasmo e ficar mais do que dois segundos aproveitando-o? Ou coisa do tipo? - E quanto ao tempero, desde que seja apimentado...

Ela abaixou levemente a cabeça, sorrindo e corando visivelmente. O pior era que a cada instante parecia que as insinuações relacioanadas a Nikki eram mais verdadeiras, ela não tinha idéia do que fazer para sair da saia justa. O olhar de Xeno dizia para relevar tudo, e foi o que ela fez. Sorriu, não falou nada, fingiu não se afetar. Depois comentou que era interessante a forma como Soph comandava a relação e Xeno a obedecia, sem ofensas.
Xeno escreveu:
-Não é bem assim... Ela manda, eu não escuto, a gente discute, e acaba entrando em um acordo.... Fazer o quê, ela gosta de mandar, e eu, gosto de ficar quieto e deixar as coisas rolar. Então... melhor obedecer que é menos trabalho. Sabe como é...Tenho duas paixões na vida. Minha namorada... - Xeno parou e deu um rápido selinho em Sophitia -E livros. Adoro ler!
-Sem ofensa. Já estamos acostumados com as pessoas perguntando como a gente se agüenta. A melhor resposta é que é bem melhor discutir com ela do que ficar sem ela... - Xeno soltou uma risada. -E, é claro, é muito melhor beijá-la do que discutir com ela.

Nicole já estava começando a se acostumar com o jeitos deles àquela altura.

-Sei como é... Eu também adoro ler, Xeno. Qualquer coisa, desde livros-texto até filosofia, ficção, enfim, tudo. Minha mãe costumava dizer que eu era compulsiva, daí ela se acostumou. -ela riu, começando a se soltar pelo menos um pouco. -E sobre vocês dois, dá pra ver que se dão muito bem apesar de tudo.

Nikki trocou a posição das pernas, revesando a que ficava por cima ao cruzar uma sobre a outra. Olhou novamente para o ponche na mesa a uns cinco metros dali.

-Xeno, eu acho que você devia ser bonzinho e evitar que as moças aqui venham a morrer desidratadas... Tenho certeza que a sua namorada também quer beber alguma coisa.
-ela deu uma piscada o mais amigável e o mínimo insinuante possível para o garoto, só para evitar qualquer complicação. Quando já estava com o seu copo em mãos, a garota agradeceu, tomou um gole e resolveu perguntar:

-E então... Vocês namoram a muito tempo? Se conheceram como?

_________________

but she will be loved.
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Isabelle Mitchell




Isabelle Mitchell está offline 
Usuário nº 30
Registrado: 09/06/2007
Mensagens: 17





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 19:45    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Entrei no Salão Principal, ainda era cedo e haviam poucas pessoas, a maioria ainda ia se encontrar com o seu par ou, como a maioria das garotas, estavam na correria de terminarem de se arrumar. Esfreguei uma mão na outra, estava suando frio; não estava calor, muito menos frio, mas mesmo assim eu estava meio nervosa... Por que? Nem par eu havia! Talvez fosse por isso mesmo... Ir a um baile sem saber muito bem o que irá fazer, sem saber com quem irá passar o resto da noite...
Respirei fundo, caminhando até a mesa de bebidas pegando uma qualquer-coisa-lá-que-eu-não-sabia-o-que-era, apenas para não ficar sme nada nas mãos. Puxei a cadeira e me sentei, segurando o vestido para que não pisasse na barra, não era muito fã dessas roupas de gala, mas fazer o que? Se era assim que deveriamos ir, era assim que eu iria. Tamborilei os dedos na taça de vidro, as unhas recem feitas, pintadas num esmalte claro para não chamar muita atenção. Cruzei as pernas e balancei, inconscientemente, uma delas, uma mania muito feia que eu havia herdado do meu pai.
Mordia de leve o lábio inferior, observando todo o Salão; e logo em seguida me repreendendo, por procurar quem não devia. Dei um gole na bebida, sem sentir muito o gosto, fechando os olhos e respirando. "Acalme-se, é apenas um baile..." Passei uma das mãos pelo cabelo, tomando cuidado para não desmanchar as ondulações quase perfeitas que eu havia feito, com ajuda da varinha e um livro que eu havia pego na biblioteca mais cedo.
Continuei observando o meu redor, esperando até ter movimenteção, para assim eu poder me divertir um pouco.

_________________

_ Isabelle Mitchell
_6º ano
_Lufa-Lufa


The second thing I like more is water
And the first?
Well... Find out!
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Andrew Parks
Grifinória
Grifinória



Andrew Parks está offline 
Usuário nº 14
Registrado: 03/06/2007
Mensagens: 25





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 19:46    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Parks não se sentia tão empolgado desde a última partida final de quadribol, que ocorrera há dois anos atrás. Pensando no que poderia ocorrer de interessante naquela noite, o garoto deu um grande suspiro de ansiedade e olhou para o seu traje, o mesmo que havia usado no último baile de inverno da escola. Sentindo-se um pouco afoito por levar uma garota em sua companhia, o garoto ajeitou os cabelos, que ainda estavam bagunçados, mesmo depois do banho. Olhando-se no espelho por uma última vez, ele notou uma pequena espinha na testa, mas que por sorte, não chegava a ser um “vulcão”. “Bem agora tinha que aparecer isso aí?” – pensou ele, amarrando a cara.

Saindo do seu quarto, vira uma quantidade enorme de pessoas concentradas em frente a um espelho, todas tentando de mirar e ver se estavam na mais perfeita forma. Sorrindo a passar por alguns colegas, o garoto se postou em direção ao Salão Principal, onde encontraria Amelie.

Na tarde daquele dia, o que o tinha deixado um pouco intrigado, era a forma com que a garota havia agido. Tinha ficado um pouco estranha depois de um tempo. “Será que fiz algo de errado mesmo?” – questionava o garoto pela décima vez, pois não parava de pensar no assunto, desde que viera caminhando sozinho, até o castelo. Esperando que naquela noite as coisas fossem um pouco diferentes, o garoto prometeu que não iria tentar algo com a garota naquela noite, há não ser que ela desse uma brecha.

Chegando à porta do Salão Principal, o garoto olhara para dentro e vira que já estava com algumas pessoas. Conforme combinado com a garota, iria esperá-la na porta do Salão, para que pudessem entrar juntos e conversar mais. Olhando para o relógio, vira que a garota estava cinco minutos atrasada. Colocando as mãos no bolso, pensou: “Mulheres!”.

_________________
Malfeito-Feito!


.:: Ava especial Baile de Gala ::.


Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada MSN Messenger
Sophitia Falliah
Grifinória
Grifinória



Sophitia Falliah está offline 
Usuário nº 8
Registrado: 01/06/2007
Mensagens: 11





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 19:52    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Citação:
-Sei como é... Eu também adoro ler, Xeno. Qualquer coisa, desde livros-texto até filosofia, ficção, enfim, tudo. Minha mãe costumava dizer que eu era compulsiva, daí ela se acostumou. -ela riu, começando a se soltar pelo menos um pouco. -E sobre vocês dois, dá pra ver que se dão muito bem apesar de tudo.


-Se não fosse pelo comentário da gente se dar bem, perdia ponto comigo. - Sophitia fez cara feia para Nikki. -Parece que eu vivo cercada de livrófilos! O Xeno passou o dia todo lendo um livro sobre venenos! VENENOS! E agora outra pessoa que adora livros? Socorro! Não façam isso comigo...

Sophitia ficou passada depois dessa. Falar com uma pessoa legal... e descobrir que ela é livrófila? Puta merda! Com ela nããããããão! Era muito azar...

Citação:
-Xeno, eu acho que você devia ser bonzinho e evitar que as moças aqui venham a morrer desidratadas... Tenho certeza que a sua namorada também quer beber alguma coisa.


-Ainda bem que você falou, senão a gente desidratava aqui até virar passa e ele estaria olhando pra um livro e passando alguma coisa com um pincel nele pras folhas não oxidarem. Ou coisa do tipo.

Citação:
-E então... Vocês namoram a muito tempo? Se conheceram como?


Sophitia gelou com a pergunta. Quase ningúem sabia da verdade... Era melhor mentir, como ela já estava acostumada. Com o coração batendo um pouco mais rápido, respondeu:

-Namoramos a bastante tempo sim... Bem, acho que ningúem está contando, mas pelo menos, sete anos. Nos conhecemos desde pequenos... MUITO pequenos mesmo. Sabe, famílias próximas... O pai dele, por exemplo, era praticamente irmão do meu... Acho que foi a convivência que fez esse amor nascer forte, assim.
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Amelie M. Tanner
Grifinória
Grifinória



Amelie M. Tanner está offline 
Usuário nº 62
Registrado: 11/06/2007
Mensagens: 27





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 21/07/2007 - 22:46    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Ainda no pátio, ao olhar o enorme relógio que víamos do corredor, me dei conta de que já estava extremamente atrasada para o baile. Me despedi de Brittany e da perturbadora conversa sem cerimônia e corri para o dormitório, onde provavelmente meu vestido estaria estendido sobre a cama. Um rápido banho, cabelos secos com a varinha e, já vestida, eu estava de frente para o espelho.

“Que eu faço com isso?”
Pensei mexendo ligeiramente nos cabelos. Tentei várias formas, mas nenhuma que desse certo. E quando finalmente achei, ele estava solto e eu cansada de arrumá-lo. Chequei de novo o relógio. Oito e trinta. O tempo todo lembrava de ter combinado de encontrar Andrew na Sala Comunal ás oito horas. Consequentemente, lembrar dele me fazia imaginar o que ele estaria pensando de mim depois daquele nosso último momento antes de eu sumir dentro do castelo.

“Com certeza não vai dar mais tempo... O Andrew vai me matar.”
Mordi os lábios, coloquei os sapatos de qualquer jeito e sacudi os cabelos para que não ficassem tão arrumadinhos. Ainda não estava satisfeita com minha aparência, no entanto pensei que não daria para ficar melhor que aquilo. Sem tirar os olhos do espelho, me afastei dando passos para trás. Mas ao lembrar que o garoto devia estar me esperando, deixei o dormitório apressada. Obviamente percebi que Andrew não estava me esperando na Sala Comunal, o que me fez apertar ainda mais o passo.

Cheguei ao Salão Principal olhando em volta á procura dele, mas tudo que vi foram poucas pessoas aglomeradas perto da porta, de modo que eu não conseguia ver quase nada do que acontecia mais adiante. Andei para o lado desviando delas, e mesmo assim não o vi por perto. Assim, comecei a andar entre os outros para tentar vê-lo. Torcia as mãos enquanto me movia, e quando já estava para deduzir que ele não estava por lá, notei-o num canto, olhando o relógio com uma expressão que não consegui definir de imediato, mas que provavelmente devia me odiar pelo atraso.

Com um certo impulso pelos passos rápido, abracei-o colocando meus braços em torno do seu pescoço. Cheguei a tirar os pés do chão por um momento, mas logo os coloquei de volta. Me afastei sorrindo aliviada por saber que ele não tinha desistido de me acompanhar no baile.

Juro que não me atrasei de propósito, mas realmente perdi a noção do tempo. Estava no pátio quando me dei conta, tive que sair correndo para me arrumar. Sei que não ficou grande coisa, mas foi o melhor que consegui em quinze minutos.
Olhei brevemente para minha roupa e levantei os olhos para o teto, pensando que deveria ter escolhido o outro vestido. Bom, não era hora de pensar nisso. Já estava com aquele mesmo. Ri ao perceber que estava falando demais.

Quer dizer, oi! Você está bem?
Parei de torcer as mãos, mas continuei a segurá-las juntas. De fato devia ter ficado com o vestido preto...

_________________
.:: Amelie M. Tanner ::.

. 7º ano
. Oclumente
. Vira-tempo
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Sarah Perks
Grifinória
Grifinória



Sarah Perks está offline 
Usuário nº 13
Registrado: 03/06/2007
Mensagens: 36





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 22/07/2007 - 14:37    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Depois de um "Feliz encontro" com De Molay na sala comunal, Sarah decidiu começar a se preparar para o baile. Não tinha o mínimo ânimo para isso mas já havia prometido ir e Alice praticamente a obrigou a se arrumar. E quando aquela garota colocava algo na cabeça, não tirava nem por decreto.

Deixara a roupa sobre a cama enquanto tomava banho, não demorou muito para ficar pronta mas sentia um terrível frio na barriga só em pensar em vestir tal "modelito". Não saia vestida assim em Hogwarts, aliás, não saia assim em lugar algum e só de se imaginar seu estomago começava a dar voltas.

- Anotação mental... nunca mais deixar as garotas "darem seu jeitinho" nas minhas roupas.... - dizia ela vestida com o roupão de seda de frente ao espelho com o vestido a sua frente.

O pior de tudo era não ter tido tempo nem chance de falar com Ferdinand sobre o que fariam, estava tão enfezada com De Molay e suas gracinhas que durante a tarde mal saíra do dormitório. E pela manhã, dedicou-se a acertar as coisas para Larry, em resumo, resolvera o problema da metade dos amigos e esquecera-se dos seus próprios problemas. Mas agora era tarde, já estava em cima da hora e não tinha como mudar os planos. Estava ali, parada diante ao espelho com o seu vestido diante dela.

- Ok, isso vai dar trabalho... - disse baixinho analizando seu reflexo no espelho - ... mas você sempre gostou de desafios não é Perks... então, mãos a obra.

Sem esperar muito, trocou-se, vestira o seu vestido, e analizara novamente o reflexo, se sentia um pouco "nua" mas, até que não ficara tão ruim. Tirou então a toalha que colocara nos cabelos e então começou a seca-los com a varinha, os tinha lisos mas naquela noite ela já estava um tantinho diferente, devia também dar um jeitinho neles e a única salvação foi apelar para o kit de beleza de Alice. Em segundos seus cabelos eram cascatas onduladas descendo pelas costas. Também dera uma corzinha ao seu rosto, apenas para não ir de "cara limpa" e agora vinha a parte mais dificil.

- Parar em cima do salto... - disse sentando-se na cama e vendo o sapato que Alice separara para ela - Pra quê eu fui deixar ela escolher meu "figurino"... - lamentava-se ela porém agora não tinha jeito, ou conseguia se equilibrar naquela coisa, ou tinha de usar seus "sapatos de boneca" que caracterizavam seu uniforme.

Calçou os sapatos e dera mais uma olhada no espelho, abraçara o próprio corpo um tanto insegura mas nunca deixava de cumprir suas promessas e essa não seria a primeira vez, por isso respirou fundo e fechou os olhos virando-se para a porta, sem olhar para tras começou a andar até ela e sair do dormitório.

Evitara a todo custo cruzar com qualquer um pelo caminho, bambeava um pouco sobre o bendito salto afinal não era acostumada a usar esse tipo de coisa. Mas depois de umas dez torções pelo caminho quando chegou ao salão, andar sobre aquelas "pernas de pau" já não era tão dificil. A música já podia ser ouvida de longe e assim que chegara apenas vira Amelie e Andrew na porta. Apenas dera um aceno discreto ao passar por eles, não queria interromper nada e então, parou diante da porta do salão.

Realmente estava muito bonito e o pessoal ainda não estava lá, mas com certeza aos poucos eles chegariam. Sentira um gêlo em seu estomago mas como antes o peso da promessa feita não a deixou retroceder. Tinha de estar ali e ali ficaria, nem que ficasse sentada a noite toda apenas observando.

_________________
Sah no Baile
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Ferdinand Tanner
Grifinória
Grifinória



Ferdinand Tanner está offline 
Usuário nº 20
Registrado: 08/06/2007
Mensagens: 35





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 22/07/2007 - 15:03    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Nada do que sentia ao amanhacer continuava fixo aos meus sentimentos quando entrei no Salão Principal para o primeiro baile do ano. Meus olhos caíam sem que eu os ordenasse a fazê-lo, meu crânio parecia comprimir-se para enfim acabar com seu dono que tanto o forçava a trabalhar, e meus membros tão moles e cansados quase me jogavam contra o chão para vencerem uma guerra interna que me deixava confuso e assustado.

-x-

Após sair do Salão Principal (no café da manhã), sem falar com muitas pessoas - Sarah Perks havia falado comigo, mas não cheguei a lhe dar ouvidos devido a minha concentração em algo que minha cabeça deixava oculto - tentei subir até a Torre da Grifinória quando, sem imaginar que aquilo aconteceria, encontrei Richard McCarthy vagando pelos jardins de Hogwarts, segurando um pequeno objeto semi-exposto em sua mão esquerda. Não soube o que havia acontecido comigo, mas de uma hora para outra meu sangue pareceu descer pelo meu corpo sem retornar para a parte superior deste, e minha palidez rara me dominou, deixando-me como um fantasma ao meio de tantos outros alunos esfomeados ou já alimentados. Recobrando a consciência de que se eu não fosse até ele tudo estaria perdido, olhei para os lados verificando se alguém estava disposto a me seguir, e caminhei até Richard, a passos curtos, estupefato com o modo com que minha vida abria as portas do mundo externo para que eu entrasse nele, inseguro e desarmado.

- O que você pensa que está fazendo? - perguntei, enraivecendo-me - Será que você faria o favor de guardar isso? - e olhei para a mão que guardava o pequeno objeto - Guarde isso, imediatamente!

Richard McCarthy deu uma risada zombeteira para mim. Sem reagir, ainda observei sua mão, mas depois, olhei diretamente para os olhos do garoto, que parecia contente por eu estar ali.

Richard era de Slytherin, e nos conhecíamos, infelizmente, desde os sete anos de idade. Morávamos em casas próximas - uma defronte a outra -, mas graças aos crimes bárbarados de seus pais, nos separamos aos dez anos - porque Richard havia mudado de endereço - e depois nos reencontramos em Hogwarts, aos 11.

- Você não muda, hein! - vociferei, empurrando-o, pelo ombro, até um lugar tranqüilo - Será que você não tem consciência de que isso pode causar...

- O LORDE DAS TREVAS SE APROXIMA! - declarou Richard, em voz alta - E ele reunirá todos, novamente.

Diante desta deixa, eu me afastei um pouco de Richard, olhando-o horrorizado. Em seguida, observei seus braços, mas ambos estavam cobertos pela capa. Não era novidade para mim que a maior ambição de Richard era ser Comensal da Morte, mas nunca o vira tão entusiasmado como agora. Ele estava aprontando algo, e eu não podia fazer nada.

- Eu também acredito no que você diz. Mas o Lorde das Trevas não pode saber sobre o que escondemos. Treine Oclumência o mais rápido possível, Rich. Quando tudo estiver preparado, diga a Ele que estarei pronto para a entrega.

- E quanto a isto aqui? - ele perguntou, mostrando a mão onde estava o objeto, escondendo-o mais - Posso atirá-lo no lago?

- Você enlouqueceu ou o quê? - perguntei, arqueando minha sobrancelha enquanto o vento que sempre passava por Hogwarts balançava meus cabelos e a grama limpa e baixa dos jardins - Aquela estúpida lula poderia engolir. Seria o nosso fim se o Ministério da Magia fizesse um exame geral nela. O Lord Lorde das Trevas nos mataria antes que púdessemos nos explicar para aquele diretor gagá.

- Ok, então - concordou Richard, guardando seguramente o objeto no bolso de sua calça. Depois, o sonserino foi embora, sem se despedir de mim.

- Te vejo no baile! - gritei. Richard girou nos calcanhares, e olhou-me marotamente.

- Me poupe de suas brincadeiras. Eu nunca vou me juntar a sangues-ruins. Àqueles mestiços. Merlin...já imaginou eu sendo infestado? Se fosse você também não iria, Tanner. Você pode pegar uma doença severa daquele tipo de gente. O Lord das Trevas não ficaria satisfeito! - disse Richard, indo definitivamente embora, e em seguida, entrando no castelo.

-x-

Acordando do meu desconfortante devaneio, notei que estava em pé, ao lado dos portões de entrada do Salão Principal. Alguns alunos começavam a aparecer, enquanto outros poucos preenchiam o salão esperando por seus pares e/ou conversando. Antes de entrar, ajeitei meu cabelo e ajustei meu terno.

Eu trajava uma roupa nada convencional para uma noite de gala, mas já que eu era o tipo de pessoa que não gostava de ser comparado aos outros, decidi ir com roupas mais modernas. Ninguém parecia ter se importado com a minha ousadia, e muitas outras pessoas não estavam tradicionalmente vestidas; portanto, sacudi os ombros e tentei procurar alguém para conversar.

Alguns conhecidos estavam em determinadas mesas; enquanto outros estavam em pé; e outros em algum cantinho escondido, namorando. Na minha segunda revista em todo o salão, não havia encontrado Sarah nem Alice, minhas pares para o baile. Sarah estava decidida a nos chamar de Grupo-dos-sem-pares - ou alguma coisa assim; cheguei a me perguntar se ela tinha a consciência de que ir sem par a um baile era muito melhor do que ir acompanhado, mas a questão foi embora assim que vi minha irmã, Amelie Tanner, conversando com seu suposto par, Andrew Parks. Eu não estava a par do conhecimento de que Amelie e Andrew viriam juntos ao baile, pois desde o Três Vassouras, no dia anterior, não havia encontrado ambos os dois.

Sorri, orgulhoso. Minha irmã estava tão linda naquele vestido claro cheio de babadinhos... Seus cabelos ruivos estavam perfeitos, e nem chegou a exagerar na maquiagem, o que deixa uma deixa de que ela era perfeita naturalmente. Não demorei meu olhar no "casalzinho do século" - se Andrew soubesse de tudo...nem gostaria de pensar... -, porque havia notado a presença da minha meia-irmã, Isabelle Mitchell, sentada em uma mesa, sozinha, mas esplendorosa.

Isabelle era um ano mais nova que eu, mas trajando aquele vestido cuja cor eu não sabia - estava na dúvida se seria azul marinho, ou roxo, ou lilás...ou outra coisa... -, parecia uma mulher já formada, com suas devidas curvas corporais presentes. Além disso, dei graças aos céus por Isabelle e Amelie não estarem brigando. Seria uma desventura se as duas resolvessem acabar uma com a outra - tanto físicamente quanto verbalmente -, principalmente porque seria um grande trabalho para mim e Andrew separar as duas. Em seguida, perguntei-me se Isabelle tinha um par. Afinal, ela era uma das mais bonitas do baile. Seria uma desfeita se não a convidassem para ir junto. Eu até a convidaria, mas já que somos irmãos, achei que seria muito cliché convidá-la para ir. Sorri orgulhoso novamente. Tinha irmãs lindas e isso era um justificante motivo para me sentir bem.

Sarah e Alice ainda não haviam chegado quando me dei conta de que ainda continuava em pé. Percebi que mais e mais alunos chegavam e que o baile teria seu real início em poucos minutos. Portanto, sentei-me em uma grande mesa ao lado e fitei Amelie e Andrew ainda conversarem. Tentei chamar-lhes a atenção dando um "Olá" manual para Amelie, que estava virada na minha direção. Se ela notou minha presença ali, ou não, pouco me importei. O "casalzinho do século" precisava ficar em paz - como se adiantasse. Tentei, entrementes, imaginar Nathan entrando ali, fazendo o maior estardalhaço do ano, jogando as mesas para o ar e gritando com todos, e até carregando Amelie nos ombros para fora do Salão Principal...

Assustei-me com essa utopia, notando que meus ciúmes de irmão ainda estavam guardados em mim, apesar de não ter muitas forças. Minhas preocupações eram outras. O Lorde das Trevas, segundo Richard, realmente havia voltado, e não demoraria muito para a hora de eu lhe mostrar o que tinha de mostrar chegar. Quem sabe Nathan apareceria por ali, para seqüestrar a mim e Amelie? Não sabia o porquê, mas sentia muita vontade, muita ansiosidade para encontrá-lo vivo novamente, o Lord das Trevas que aos poucos recobrava seu esplendoroso poder...sua magnitude em...

Mas meus pensamentos não haviam chegado ao fim, pois Sarah havia entrado no Salão Principal e estava tão bonita em seu vestido. Parecia assustada com algo, e nervosa por estar ali. Então, obejtivando deixá-la mais relaxada, mesmo que eu nunca fosse um garoto baladeiro, levantei-me e caminhei até ela. Sorria para deixá-la mais segura, e então, curtamente, me apresentei.

- E aí, Sarah!? - disse, abraçando-a - Você está ótima, e teremos uma ótima noite, hoje, hein!? - falei, olhando de relance para os portões do Salão Principal que estava na direção do meu olhar. Richard havia passado por ali, e não hesitara em me olhar. Sorrindo zombeteiro, o sonserino seguiu seu caminho para as masmorras. Uma onda de choque me dominou novamente, e até aquele momento, o sentimento de preocupação me dominava. - Espero que seja ótima... - murmurei, largando-a, enquanto minha pele empalidecia e transpirava.

_________________
§§Ferdinand Tanner§§

..:: 7º ano::..
..:: Legilimen::..
..:: Apanhador::..
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Jade Lohan
Corvinal
Corvinal



Jade Lohan está offline 
Usuário nº 86
Registrado: 13/06/2007
Mensagens: 183





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 22/07/2007 - 18:19    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

JL tinha passado o dia extremamente bem, assim como a maioria dos estudantes, nenhum problema a não ser a gripe que tinha pegado no dia que fora para Hogsmeade, mas as coisas finalmente tinha eram mesmo de ajeitado, Trance agora estava ficando com JL, uma das garotas mais populares da escola, e apesar do certo problema. [ que ela não acha realmente que é um problema] de dualidade, isso seria normal dizendo que JL é uma serial killer de come-sals da morte, mas isso é outra historia, uma das bem obscuras, parecendo a historia dos 3 irmãos e a morte... Um conto infantil daqueles que ensina as crianças se comportarem bem, mas bem util, eu diria, mas não para mim...

Essa manha tinha passado tranguila, eu praticamente não tinha saido do Salão Comunal praticando alguns feitiços, acabei quebrando alguns vasos de flores pelo salão comunal, se bem que ninguem percebeu, a não ser do elfo domestio que eu encontrei na calada da noite, conversei um pouco com ele antes de dormir, não tinha muito o que fazer, estava um tanto sonhadora.

Teve um pesadelo esta noite, daqueles que acontecem quase toda noite mal-assombrada, dessa vez eu acabei gritando em vez da Luh, e acabei a acordando, porem, logo voltou ao sono, eu suava frio, sonhava novamente com as mesmas coisas por varios dias seguidos, ela não sabia bem o que era... Toda vez que ela tentava lembrar, esquecia, mas isso não acabou saindo da minha cabeça

Minha mão começou a sangrar e enrrolei ela no lençou, tinha forçado novamente ela contra o colchão, peguei rapidamente minha varinha e conjurei um feitiço não verbal para colocar faichas enrroladas na mão, que ficou rapidamente cheia de sangue novamente. "Porque agora, hein?" me perguntei, batendo a mão esquerda na testa com lemuria.

Chegou a noite, vestiu seu vestido predestinado verde, novo estilo bruxo, bem diferente dos normais, era estilo novo... Encontrei Trance logo na entrada, estava com uma linda roupa de gala preto, assim como a maioria das pessoas, acenei para ele com a mão esquerda e me aproximei lentamente no meio da multidão.

- Esperou muito? Ah, se não se importa que a sua parceira estiver com uma das mãos seriamente machucada, vamos entrar logo e botar para quebrar? - falei rindo, agarrando a mão dele [com a esquerda, porque a direita ta enfaixada].

_________________

"God's crime was to make someone as beautiful as I
I can see the reflection of me in your eyes and it's no good
My divine punishment is that the love I give will make your heart burst
Nevertheless I am in love with you so I should probably stop this...
GUILTY BEAUTY LOVE"
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Trancer Visage-Kàltin
Lufa Lufa
Lufa Lufa



Trancer Visage-Kàltin está offline 
Usuário nº 91
Registrado: 13/06/2007
Mensagens: 18





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 22/07/2007 - 18:48    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Trancer havia passado um dia calmo, sem muitos eventos... (leia-se: dormindo que nem um tijolo) E agora, era hora do baile. Vestiu sua roupa de gala preta e foi ao salão, encontrando Jade (de verde) na porta.

Citação:
- Esperou muito? Ah, se não se importa que a sua parceira estiver com uma das mãos seriamente machucada, vamos entrar logo e botar para quebrar? - falei rindo, agarrando a mão dele [com a esquerda, porque a direita ta enfaixada].


-Não esperei quase nada... Mas como você machucou a mão?

Trancer preocupado, pegou a mão direita enfaixada de Jade e deu uma olhada. Estava bem machucada mesmo...

-Lutou boxe com uma parede? Tá certo que eu fazia isso, mas não achei que nenhuma outra pessoa seria tão doida.

Trance pegou Jade pela mão esquerda e elevou-a aos seus lábios, beijando-a rapidamente e depois entrando no salão. Ainda estava razoavelmente vazio, mas já haviam chegado algumas pessoas conhecidas, ou pelo menos pouco desconhecidas. E agora? Será que ela ia querer dançar alguma coisa deprimentemente clássica como o que já estava tocando? Ou ia esperar pra ver se colocoavam alguma música de festa decente? Era melhor ficar de olho e deixar ela fazer o primeiro movimento...
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Misa Amane
Lufa Lufa
Lufa Lufa



Misa Amane está offline 
Usuário nº 107
Registrado: 15/06/2007
Mensagens: 109





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 22/07/2007 - 18:54    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Quentin escreveu:
Errrm....Misa! Tava indo te procurar


Falei me virando, avistando que Quentin estava atras de mim, estava um tempinho procurando por ele me virei dando um pulo para tras quando ele me tocou no ombro, assustada, depois respirei fundo.

- Quentin-san!

Falei, abraçando ele pelo pescoço, como sempre fazia, sorrindo fortemente, sua voz era serena e um tanto aguda, hoje ela tinha abandonado os lacinhos no cabelo e as roupas goticas, o que era meio estranho, estava com um vestido normal preto, apenas um colar, um salto alto lindo, um batom leve ao rosto, quase transparente.

Peguei a mão dele, e puxei ele para o bar, peguei dois hidromel's e dei um para ele, sorrindo.

- Finalmente o baile! Dizem por ai que vai pegar fogo, ouvi algumas corvinais falando que vai ter uma coisa estranha no meio do baile, exatamente em cima do palco, só quero ver o que é.

Falei apontando para o paldo feito no meio do salão, onde tinha a orquestra tocando umas musicas melancolicas, tipicas de inicio de baile.

_________________
~Misa-Misa anime AMV~

Who knew the other side of you?
Who knew what others tried to prove?
Too true to say goodbye to you

Too true, too sad, sad, sad...
First to fade her, gifted animator
One for the now and eleven for the later

Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Charlie Scott
Corvinal
Corvinal



Charlie Scott está offline 
Usuário nº 132
Registrado: 18/06/2007
Mensagens: 62





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 22/07/2007 - 19:08    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Charlie acordou naquela manhã com um bom pressentimento e uma alegria incomuns, ficou algum tempo tentando descobrir o por que daquilo foi então que num estalo ele se lembrou que era dia do baile de gala, se pos em pé num salto e olhou o relógio já era bem tarde só ia dar tempo para almoçar mesmo, preparou sua roupa para o baile deixando-a em cima de sua cama e foi tomar um banho, vestiu alguma coisa bem leve e desceu para o salão principal onde almoçou.

Depois do almoço estava muito ansioso e para passar o tempo ele decidiu praticar um pouco de quadribol, pegou sua vassoura e foi até o campo onde passou a tarde praticando alguns arremessos e tudo mais, quando percebeu o tempo tinha passado realmente rápido, ele guardou suas coisas e subiu para o dormitório onde muita gente já se preparava para o baile, ele foi logo tomar banho demorou um bom tempo no chuveiro quando saiu foi logo se vestir, colocou sua roupa com todo cuidado e depois se perfumou deu uma ultima conferida em tudo e saiu.

Primeiro foi até a entrada do salão comunal da Sonserina já que não podia entrar pediu a uma garotinha para ver se Natalie já estava pronta na verdade teve que subornar a garota com um sapo de chocolate para ele fazer isso, ele então retornou dizendo que ela iria demorar um pouco mais então ele pediu que ele a avisasse que ele iria esperar no Salão Principal, saiu de lá e se dirigiu ao SP. Lá chegando ficou espantando com a decoração e tudo mais, permaneceu um tempo parado só observando então resolveu sair dali, no caminho encontrou muita gente primeiro foram Sarah e Ferdinand:

– Sarah, Ferdinand! Prontos pra festa??

Ele executou uma pequena dancinha e depois sorriu e continuou a caminhar, passou por Amelie e Andrew cumprimentou os dois e disse:

– Amelie Sweet tudo bom? Andrew meu caro cuida bem dessa garotinha ai!

Logo em seguida passou por Isabelle, se aproximou deu um beijo no rosto dela e falou:

–Isa! Ta linda hoje em garota!

Em seguida passou por Jade e Trance ele se aproximou e deu um beijo no rosto da garota dizendo:

– JL, bonito vestido! – Então apertou a mão de Trance: – Tudo bom cara??

Finalmente chegou próximo a mesa onde estavam Xeno, Nikki e Sophitia Ele deu um beijo no rosto das garotas e apertou a mão do rapaz dizendo:

– Boa noite galera! Animados pro baile??


Por enquanto não queria beber nada, se limitou a afrouxar um pouco mais a gravata que já estava bastante frouxa, ele sempre se sentia sufocado quando estava vestido daquela maneira e sempre evitada gravatas borboleta pois achava que elas o sufocavam ainda mais, estava se perguntando quanto tempo mais Naty iria demorar estava realmente ansioso para encontra-lá.

_________________


Scott_/_/_S xS!_/_/_Scott Reloaded!
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Jade Lohan
Corvinal
Corvinal



Jade Lohan está offline 
Usuário nº 86
Registrado: 13/06/2007
Mensagens: 183





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 22/07/2007 - 19:33    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

My love... ;* escreveu:
-Não esperei quase nada... Mas como você machucou a mão?


- Que bom que não esperou muito, eu tava pensando que tinha perdido o horario.

Falei sorrindo serenamente, como sempre fazia, com a mesma falsa JL que havia ali, era assim com quase todo mundo, ele me perguntou sobre a mão, eu fui responder, mas engoli o que ia dizer na hora, não queria falar nada. Ele continuou apos um tempinho, quebrando um tanto o gelo. Ele pegou minha mão, eu apenas fiz uma pequena careta de dor.

Trance escreveu:
-Lutou boxe com uma parede? Tá certo que eu fazia isso, mas não achei que nenhuma outra pessoa seria tão doida.


Apenas dei umas gargalhadas, como sempre fizia, então ela queria mudar de assunto, então nos beijamos rapidamente e entramo no salão, olhava para aquele bando de pessoas conhecidas, em maioria, da escola e tudo mais.

Quando SCOTT passa com o seu par do baile que estava bonita, então achei uma brexa, não comentei por estar acompanhando Natalie, um tipo de anima-inimiga minha, no qual a gente brigava um tanto. Depois Andrey passou perto deles.

- Belo vestido, Andrey! - falei para ela, sorrindo serenamente, enquando comprimentava Scott também.

Lobinho predileto,depois do falecido (Y) escreveu:
– JL, bonito vestido!


- Lobinho? Bela traje...

Apontei para as roupas que ele tava vestindo, algumas partes rosas, que me fez soltar algumas gargalhadas, mas de fato, ele tinha estilo, nos dois estavamos combinando, eu de verde LIMÃO, e ele de rosa... (Y) bela dupla chamadores de atenção.

_________________

"God's crime was to make someone as beautiful as I
I can see the reflection of me in your eyes and it's no good
My divine punishment is that the love I give will make your heart burst
Nevertheless I am in love with you so I should probably stop this...
GUILTY BEAUTY LOVE"
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Lyriel Cerydwen
Corvinal
Corvinal



Lyriel Cerydwen está offline 
Usuário nº 120
Registrado: 16/06/2007
Mensagens: 90





[ IP : Logado ]
MensagemEnviada: 22/07/2007 - 20:25    Assunto do tópico: (Sem assunto)   Responder com citação

Lyriel entra no Salão sozinha. Ainda não havai encontrado Gatler e esperava achá-lo ali. Passara as ultimas horas literalmente enxendo o saco de Dyana, que estava ajudando-a a se arrumar e até agora ninguém comentara nada, isso era decepcionante. Olha em volta e reconhece várias pessoas.
Vai até Sarah, que estava meio queta no canto dela.

-Oi Sarah! Você está linda. Tentando conquistar alguém em especial essa noite? Simceramente, se for, acho que ele está perdido. Porque está aqui sozinha? Deveria estar se divertindo com todo mundo!

Sorri para a amiga e fala com Nikki, que estava por perto com duas pessoas que não conhecia

-Oi Nikki! Só lembrando que você perdeu a aposta, e o menino mais bonito do baile é meu hein?

Ly pisca, brincando com a amiga. Logo vai cumpimentar outras pessoas

-Oi JL, oi Trancer, oi Charlie. JL, esse modelito verde-limão tá me cegando! Mas você está linda. Charlie, você realmente está arrasando nesse seu modelito rosa, mas eu prefiro você de vestido - Lyriel dá um sorrisinho malicioso e então vira-se para Trancer - Trancer, cadê o Gatler? Combinei de vir com ele pro baile mas não o vejo em lugar nenhum. Nem ele, nem a Dy. Alguém viu?

_________________
-Lyriel Cerydwen- 7º ano - Corvinal - Artilheira -

Avatar Normal
» Lyriel Cerydwen « » Lyriel Cerydwen- Book de fotos «

Me provoque e eu vou provocar você...
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo tópico   Responder tópico    :: Hallows :: - Índice -> Hogwarts - Interiores -> Salão Principal Todos os horários são GMT - 3 Horas
Ir à página 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Próximo
Página 1 de 7

 
Ir para:  
Enviar mensagens novas: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Votar em enquetes: Proibido
Anexar arquivos: Proibido
Baixar arquivos: Proibido




Gerado por phpBB Endless Duel v4 ® 2006 | Baseado no phpBB.


Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB GroupTraduzido por phpBB Brasil
Board Security

[ Debug: Tempo de geração = 1.92238 segundos |  Consultas SQL = 53 ]