HOME | RESUMO |OS ENIGMAS |AS MORTES |EXTRAS |CRÍTICA |AS CAPAS |ILUSTRAÇÕES DOS CAPÍTULOS
Especial Ordem da Fênix - Omundodeharrypotter.com.br INFORMAÇÕES EXTRAS

• BATE-PAPO COM A AUTORA (30/07/07)
JK Rowling: Estou aqui e mal posso esperar. Que venham as perguntas!

Leaky Cauldron: O que, se algo, fez o mundo bruxo aprender e como a sociedade mudou, como resultado direto da guerra com Voldemort? (não, como resultado das carreiras futuras de Harry, Ron e Hermione)
JK: O Ministério da Magia foi descorrompido, e, com Kingsley no comando, a discriminação que sempre fora latente lá foi erradicada.
JK: Harry, Ron, Hermione, Ginny e os outros, claro, tiveram um papel significante na reconstrução da sociedade bruxa, através de suas carreiras futuras.

Ryan Love: Dos seus fãs do thesnitch.Co.Uk. Nós não deveríamos ter visto Ginny mostrando habilidades mágicas poderosas em "Relíquias da Morte" e descobrir por que é significante ela ser a sétima criança? Ela estava num papel importante nos livros apenas para despertar o interesse romântico do Harry?
JK:Olá, Ryan! Bom, eu acho que Ginny demonstrou poderosas habilidades mágicas na batalha final, em pra uma bruxa de 16 anos de idade, ela foi muito bem. E não me lembro de ter dito que o status dela de "sétima criança" provaria algo.

Georgina: Lucius Malfoy e os outros Comensais da Morte que escaparam voltaram pra Azkaban?
JK: Não, os Malfoys conseguiram se livrar (de novo) pelo fato de terem colaborado (por interesses próprios) com Harry no fim da batalha.

Elisabeth: No capítulo "King's Cross", eles estão por trás do véu ou em algum mundo entre o real e o véu?
JK: Você pode imaginar o que quiser, mas eu acho que Harry entrou numa espécie de limbo entre a vida e a morte.

Renee: Lendo sobre os proprietários originais das Relíquias da Morte, os irmãos Peverell, fiquei pensando se Harry e Voldemort são parentes distantes, já que o avô de Voldemort ficou com o anel da pedra da ressurreição?
JK: Sim, Harry e Voldemort são parentes distantes pelos Peverell.
JK: Claro, quase todas as famílias bruxas são aparentadas, se você traçar por séculos atrás. Como foi deixado claro em "Relíquias da Morte", o sangue dos Peverell corre por muitas famílias bruxas.

Fomy: O que você sentiu ao escrever, finalmente, o beijo tão aguardado pelos fãs de Ron e Hermione?
JK: Eu amei escrevê-lo e amei o fato de a Hermione ter tomado a iniciativa.
JK: Ron finalmente entrou para o F.A.L.E. e foi beijado.

Angela Morrissey: Por que Dumbledore podia ver Harry sob a capa em certos momentos? (durante a série, a capa é apenas infalível pra quem não possuiu uma relíquia?)
JK: Dumbledore, que podia fazer mágica sem precisar falar, usava o "homenum revelio".
JK: o feitiço para revelar presença humana que Hermione usa em Relíquias da Morte.

Jamie Lewis: O que aconteceu com a Winky?
JK: Ela continua trabalhando em Hogwarts e estava entre os elfos-domésticos que atacaram os Comensais na batalha final.

Katieleigh: Hermione continuou trabalhando com o F.A.L.E. pra melhorar a vida dos elfos domésticos?
JK: Hermione começou sua carreira pós-Hogwarts no Departamento de Regulação e Controle das Criaturas Mágicas
JK: Onde ela foi responsável por melhorar muito a vida dos elfos domésticos e sua classe. Depois, ela se mudou (apesar do que disse ao Scrimgeour) para o Depto. de Execução das Leis Mágicas.
JK: Onde ela foi voz crescente para assegura a erradicação das opressivas leis pró-sangues-puros.

Tineke: Teddy cresceu vivendo com a avó?
JK: Sim, Teddy foi criado pela avó
JK: Entretanto, ao contrário de Neville, que foi criado também pela avó
JK: Teddy tinha seu padrinho, Harry, e todos os amigos do pai na Ordem, para visitar e ficar.

Blodewedd: Olá, JK. Antes de mais nada, obrigado por todos os livros que adorei cada um e todos. Você poderia nos dizer quais as profissões de Harry, Hermione, Ron, Gina e Luna, se eles acabaram o último ano na escola e fizeram os NIEMs.
JK: Obrigada. Já respondi sobre Hermione. Kingsley se tornou Ministro da Magia efetivo e, naturalmente, quis Harry como chefe do novo Departamento de Aurores.
JK: Harry aceitou (não é porque Voldemort foi derrotado que não houve outros bruxos das trevas depois dele)
JK: Ron se juntou a Jorge na Gemialidades Weasley, que se tornou uma enorme espiral de dinheiro.
JK: Depois de alguns anos como uma celebrada jogadora das Harpias de Holyhead, Ginny se aposentou pra ter sua família e se tornou correspondente Senior de Quadribol do Profeta Diário.

Camille: O quê ou quem é o Pirraça exatamente? ele tem algum vínculo com a história do Barão Sangrento?
JK: Ele é um espírito do Caos que entrou no prédio há muito e se mostrou impossível de erradicar.

Jessie: As Relíquias da Morte foram baseadas em algum mito ou conto de fada do mundo real?
JK: Talvez o "Conto do Perdoador", de Chaucer.

Alcepie: O que aconteceu com a Luna, ela se casou com quem?
JK: Luna se tornou uma naturalista muito famosa no mundo bruxo, que descobriu e classificou muitas novas espécies de animais (apesar disso, ela nunca encontrou um Bufador de Chifre Enrugado e, teve que aceitar que o pai dela inventou)
JK: Ela terminou casando-se (bem depois de Harry & Cia) um amigo naturalista e neto do grande Newt Scamander (Rolf).

Rosi: O que significa "essência dividida"?
JK: Dumbledore suspeitava que a essência da cobra era dividida - que continha uma parte da alma de Voldemort - e era por isso que ela era tão adepta de seguir suas ordens.
JK: Isso também explica porque Harry, a última e não-intencional horcrux, podia ver tão claramente pelos olhos da cobra, como ele normalmente via pelos olhos de Voldemort.
JK: Dumbledore estava pensando alto no momento, deduzindo a verdade com a ajuda da Penseira.

Superhans: Qual foi a pior memória de Duda?
JK: Acho que quando Duda foi atacado pelos Dementadores, ele se viu pela primeira vez como ele realmente era. Isso foi extremamente doloroso, mas foi uma lição muito salutar, que iniciou uma transformação nele.

Casey Kunze: Quem matou Remo e Tonks, acho que sabendo quem foi, poderia encerrar a muito triste, mas inteligível, morte de dois dos meus personagens favoritos.
JK: Eu sinto tanto! Encontrei um casal na noite de lançamento que veio vestido de Lupin e Tonks, e me senti extremamente culpada enquanto autografava os livros deles.
JK: Remo foi morto por Dolohov e Tonks por Bellatrix.

Laura Trego: A ausência do quadro do Snape no escritório do diretor na última cena foi inocente ou deliberada?
JK: Deliberada. Snape efetivamente abandonou o posto antes de morrer, então, ele não merecia sa inclusão nesse círculo augusto.
JK: Entretanto, Eu gosto de imaginar que Harry colaborou para garantir que o retrato de Snape fosse colocado lá depois.

Stephanie: Se a varinha escolhe o bruxo, então porque varinhas funcionam bem quando passam de pai pra filho, como no caso de Neville que tem a varinha de seu pai.
JK: Como foi dito por Olivaras, um bruxo pode usar praticamente qualquer varinha, simplesmente, quando a varinha escolhe o(a) bruxo(a), ele/ela trabalhará melhor. Quando há uma conexão familiar, a varinha irá funcionar um poco melhor que uma varinha escolhida aleatoriamente, eu acho.

James Farrell: Por que Umbridge conseguiu criar um patrono enquanto usava o medalhão e Harry não?
JK: Porque ela é vil. Ela tem uma afinidade por aquele objeto horrível, que a ajuda mais do que a prejudica.

Tineke: O que aconteceu com Percy? Ele voltou ao Ministério?
JK: Sim. O novo e melhorado Percy acabou como um oficial de alta-classe de Kingsley.

Su: Como Neville pegou a espada de Gryffindor? Há uma ligação com o chapéu?
JK: Sim, definitivament há uma ligaão com o chapéu.
JK: Neville, o mais valoroso grifinório, pediu por ajuda, como Harry fez na Câmara Secreta, e a espada de Gryffindor foi transportada até o velho chapéu de Godric.
JK: O Chapéu Seletor era de Godric, inicialmente, como vocês sabem.
JK: E Griphook estava errado. Gryffindor não roubou a espada, a menos que você seja um duende fanático que acredita que todos os objetos feitos por duendes pertencem realmente ao fabricante.

Steph: Azkaban ainda usará Dementadores?
JK: Não, definitivamente não. Kingsley viu isso. O uso de dementadores sempre foi uma marca da corrupção oculta no Ministério, como Dumbledore constantemente manteve.

Smallbutpowerful: Pelo bem dos fãs de Harry Potter que se consideram Lufos, você poderia descrever o Salão Comunal da Lufa-lufa, porque é o único Salão Comunal que Harry não visitou?
JK: O Salão Comunal da Lufa-lufa é acessado através de um retrato perto da cozinha, como estou certa de que vocês deduziram.
JK: Desculpem-me, eu deveria dizer "pintura" ao invés de retrato, porque é de natureza morta.
JK: É um lugar muito aconchegante e agradável, o mais diferente possível das masmorras do Snape.Com tapeçarias amarelas e gordas poltronas, e alguns túneis subterrâneos que levam aos dormitórios, todos com portas perfeitamente redondas, como tampas de barris.

Camille: Como Jorge está sem seu irmão?
JK: Bom, eu não acredito que Jorge algum dia superará a morte de Fred, o que me deixa muito triste. Entretando, ele deu o nome de Fred ao seu primeiro filho e continou uma carreira de sucesso, ajudado pelo bom e velho Ron.

Jessica Lynn: Hagrid conseguia ver os testrálios, para poder treiná-los? Se sim, morte de quem ele viu?
JK: Hagrid viu muitas mortes na sua vida razoavelmente longa, então, sim, ele pode ver os trestrálios.

Allie: O que Dumbledore viu realmente no Espelho de Ojesed?
JK: Ele viu sua família completa e feliz. Ariana, Percival e Kendra de volta pra ele, e Aberforth novamente seu amigo.

Snapedinhalf: Você prometeu que alguém faria mágica tardiamente no livro 7. Eu li três vezes mas não consegui encontrar quem foi. Por favor, ajude-me!
JK: Desculpem-me por isso, mas eu mudei de idéia.
JK: Meu plano inicial para a história envolvia alguém conseguindo chegar a Hogwarts sem nunca ter feito mágica antes, mas eu mudei de idéia quando escrevia o terceiro livro.

Cristiana: Como Voldemort pegou sua varinha de volta depois de estar no exílio?
JK: Rabicho, desesperado em conseguir favor, pegou-a do lugar que caiu e a carregou com ele. Tenho de admitir que foi uma grande façanha para um rato, mas eles são criaturas altamente inteligentes!

Amanda: E aí! Eu cresci com Harry e sua turma, alguma das personagens mudou de forma inesperada conforme cresceu?
JK: Todos eles se tornaram muito mais do que eu esperava deles ou planejava pra eles.
JK: Claro, eles mudaram enquanto eu escrevia, mas ninguém me surpreendeu muito!

Ravleen: Quanto o fato de Voldemort ter sido concebido sob uma poção do amor tem a ver com a inabilidade de entender o amor, ou é mais simbólico?
JK: Foi uma forma simbólica de mostrar que ele veio de uma união sem amor, mas claro, tudo poderia ser diferente se Merope tivesse sobrevivivo e o criado a amado.
JK: O encantamento sob o qual Tom Riddle foi pai de Voldemort é importante porque mostra coerção, e que não pode haver formas muito mais prejudiciais de vir ao mundo do que numa relação dessas.

Lechicaneuronline: Você acha que Snape é um herói?
JK: Sim, apesar de ser um herói com falhas. Um anti-herói, talvez. Ele não é um homem particularmente adorável de muitas formas. Ele permanece cruel, provocador, algo entre amargor e insegurança - e, apesar de tudo, ele amava, e sempre foi leal a esse amor.
JK: E, finalmente, sacrificou sua vida por causa disso. Isso é algo heróico!

James Farrell: Voldemort nunca disse a ninguém sobre suas horcruxes, então, como Regulus Black descobriu seu segredo?
JK: A mágica dos horcrux não foi criada por Voldemort; como foi estabelecido na hist´ria, outros bruxos fizeram isso, apesar de nenhum deles ter ido tão longe, a fazer seis.
JK: Voldemort deixou dicas óbvias; em sua arrogância, ele não acreditava que alguém seria esperto suficiente para entender.
JK: (Ele fez isso no cemitério em Little Hangleton, na frente de Harry). Ele fez isso na frente de Regulus e Regulus supôs, corretamente, o que fazia com que Voldemort ficasse tão convencido de que não podia morrer.

Jaclyn: Em alguma época, Lily correspondia aos sentimentos de Snape?
JK: Sim. Ela poderia até mesmo ter desenvolvido um amor romântico por ele (ela certamente o amava como amigo), se ele não amasse tanto as Artes das Trevas, e fosse tragado por pessoas e atos tão repugnantes.

Boggo: Você escolheria a capa como relíquia, tipo, se você pudesse escolher, seria tentada a escolher alguma das outras?
JK: Minha tentação seria como a do Harry, a Pedra. Mas acredito que, como Harry fez no fim, que a maior sabedoria é em aceitar que todos nós devemos morrer e seguir.

Cornersoul: Então, o que acontece com todos os dementadores? Pra onde eles vão, se serão destruídos, e se sim, como?
JK: Você não pode destruir os dementadores, pode limitar seu número se erradicar as condições sob as quais eles se multiplicam, a entender, desespero e degradação. Como eu já disse, porém
JK: o Ministério não os usa mais pra torturar seus oponentes.

Michael: Por que Fawkes não não voltou para ajudar Harry; eu achava que, como Harry era muito fiel a Dumbledore, Fawkes poderia ser o novo bichinho de estimação dele.
JK: Alguma coisa deveria deixar Hogwarts para o bem, quando Dumbledore morreu, e eu decidi ique seria Fawkes. Dumbledore foi um grande e insubstituível bruxo, e a perda de Fawkes (e o fato de que ele era "intransferível") expressa isso simbolicamente.

Roseweasley: Por que Colin ainda estudava em Hogwarts se ele era nascido trouxa? Ere com certeza deveria ter sido trancado e interrogado, sem permissão de voltar à escola e, provavelmente deveria ter morrido.
JK: Colin não era estudante. Ele voltou junto com o resto da AD, com Fred, Jorge e o resto. Ele não deveria ter ficando pra trás quando McGonagall disse a ele pra ir embora, mas infelizmente, ele ficou.

Delailah: COmo Dumbledore entendia a língua de cobra?
JK: Dumbledore entendia Serêiaco, Língua dos Duendes e Língua de Cobra. Aquele homem era brilhante.

Jessie: Lockhart irá se recuperar?
JK: Não. Nem eu quero. Ele está feliz onde está, e eu estou mais feliz sem ele!

Annie: O mundo bruxo agora sabe que Snape era um homem de Dumbledore, ou eles ainda pensam que ele era um idiota?
JK: Harry fez com que o heroísmo de Snape fosse conhecido.
JK: O que não impede, claro, Rita Skeeter de escrever "Snape: Salafrário ou Santo?".

Vio91: Teddy Lupin é um lobisomem?
JK: Não, ele é um metamorfomago, como a mãe.

Nippy23: Vemos meias por toda série, como o amor de Dobby por elas e Dumbledore dizendo ter se visto com meias no Espelho de Ojesed, qual a razão poro trás das meias?
JK: Nada profundo e significante. É apenas um item de comédia.

Lady Bella: Quem Voldemort matou pra criar os horcruxes?
JK: O diário - Murta-que-geme. A caneca - hepzibah Smith, sua antiga dona. O medalhão-um mendigo trouxa. Nagini - Bertha Jorkins (Voldemort podia usar a varinha, uma vez que tinha um corpo rudimentar, desde que a vítima esteja subjugada).
JK: O diadema - um camponês da Albânia.O anel - Tom Riddle Sênior.

Sampotterish: Por que Dumbledore quis que Ron ficasse com o deluminador?
JK: Porque ele sabia que Ron poderia precisar de um pouco mais de orientação que os outros.
JK: Dumbledore entendia a importância de Ron para o trio. Ele não era o mais inteligente, mas ele os mantinha juntos. seu humor e seu bom coração eram essenciais.

Carol: Dementadores têm alma?
JK: Não, e isso é o que os torna assustadores.

Jess Mac: Qual foi o terceiro cheiro que Hermione sentiu na poção de Amortentia em EdP (a entender, a essência particular de Ron)?
JK: Acho que foi seu cabelo. Cada pessoa tem um cheiro bem peculiar no cabelo, nunca percebeu isso?

Natalie: As divisões das casas de Hogwarts permanece em Hogwarts para os filhos de Harry, como era antes?
JK: Sonserina tornou-se mais diluída. Não é mais a fortaleza dos sangues-puros como era antes. Apesar disso, sua reputação sombria permanece, por isso o medo de Alvo Potter.

Nithya: Lily detestava Mulciber, Avery. Snape realmente a amando, por que não sacrificou a companhia deles por ela?
JK: Bem, essa é a tragédia de Snape. Se ele pudesse voltar no tempo, ele não se tornaria um Comensal da Morte, mas como muitas pessoas inseguras e vulneráveis (como Rabicho), ele se tornou membro de algo grande e poderoso, algo impressionante.
JK: Ele queria Lily e queria Mulciber também. Ele nunca entendeu realmente a avesão de Lily; ele estava tão cego pela atração com o lado negro que ele pensava que ela acharia impressionante se ele se tornasse realmente um Comensal da Morte.

Alborz: O que significa ser o Mestre da Morte?
JK: Não é algo sobre buscar a imortalidade, mas sobre aceitar a mortalidade.

Barbara: Eu fiquei muito desapontada em ver harry usando Crucio e parecendo gostar disso. Ele falhava em executar esses feitiços antes, graçar ao seu caráter. Por que a mudança e Harry se arrependeu depois por ter se divertido causando dor deliberadamente?
JK: Harry não é, e nunca foi, um santo. Como Snape, ele é falho e mortal.
JK: As faltas de Harry são raiva precipitada e arrogância ocasional.
JK: Na ocasião, Harry estava muito irritado e seus atos foram de acordo. Ele também estava numa situação extrema, e tentando defender alguém muito bom contra um oponente violento e homicida.

Nicole: Pra você, qual foi o momento mais divertido que você escreveu?
JK: Soa muito presunçoso da minha parte responder isso! Mas meu momento favorito nesse livro é provavelmene aquela linha na qual Ron realmente capta a extensão e a tragédia da coisa, não é?

Courtney: Pra qual filho Harry entregou o Mapa do Maroto, se pra algum?
JK: Eu acredito que ele não deu pra nenhum, mas que James surrupiou da mesa de seu pai um dia.

Karin: O que Petúnia quis dizer a Harry no fim da partida dos Dursley?
JK: Eu acho que por um momento, ela tremeu entre a beira de desejar sorte a Harry; que ela quase sabia que sua repugnância ao mundo dele e a ele, nasceram da inveja.
JK: Mas ela não podia fazer isso; anos fingindo que ser "normal" era melhor endureceram-na demais.

Leaky Cauldron: Por favor, responda a uma pergunta que você gostaria que tivesse sido feita sobre a série. (a ha, virei pra cima de você).
JK: Oooo, você é duro.
JK: Devo admitir que sempre pensei porque ninguém nunca perguntou do que a varinha de Dumbledore era feita.
JK: E não poderia dizer, mesmo se fosse perguntada, "o que você gostaria que perguntassem", porquê está na cara a importância que a varinha tem.

Nora: A tiara da Tia Muriel é importante?
JK: Não, desculpe-me. Exceto para ilustrar que morcego velho ela é.

Nigel: Harry continua ofidioglota depois de não ser mais um horcrux?
JK: Não, ele perdeu a habilidade, e está muito feliz com isso.

Nikki: Como o espelho do Sirius foi para com Aberforth, ou há outro espelho igual?
JK: Você vê Aberforth encontrando Mundungo em Hogsmeade. Aquela foi a ocasião na qual Dunga, que já pegara o espelho do Largo Grimmauld, vendeu a Aberforth.

Tierney Roth: Se Moody tinha um olho mágico e Rabicho uma mão mágica, Há alguma maneira de criar uma orelha mágica, nem que seja apenas pra tapar o buraco e deixar Jorge mais simétrico?
JK: Sim, ele poderia colocar uma orelha falsa (estou começando a rir pensando nisso. Talvez seja melhor ele ficar com o buraco!).

Lucy: Qual o bicho-papão de Dumbledore?
JK: O cadáver da irmã dele.

Pablo: O que a sapa velha da Umbridge está fazendo agora?
JK: Estou feliz por saber que você gosta dela tanto quanto eu.
JK: Ela foi capturada, interrogada e presa por crimes contra nascidos trouxas.

Tina: Os trouxas notaram que não acontecem mais coisas estranhas agora que Voldemort se foi?
JK: Sim, o mundo está um lugar mais ensolarado (literalmente, agora que o dementadores se foram, o tempo melhor!).
JK: nós estamos tendo um verão altamente influenciado por dementadores aqui no Reino Unido.

Katie Mosher: Como exatamente nascidos trouxas recebem habilidade mágica?
JK: Nascidos trouxas tem um bruxo ou bruxa em algum lugar na árvore genealógica. Em alguns casos, muitas gerações antes. O gene reaparece em alguns lugares inesperados.

Maggie: Rita Skeeter ainda é repórter?
JK: Mas é claro, como ela poderia deixa de ser? Imagino-a publicando uma biografia de Harry imediatamente após ele derrotar Voldemort. Um-quarto de verdade, três-quartos de besteiras.

Maggie Keir: Hermione conseguiu encontrar seus pais e desfazer o dano na memória?
JK: Sim, ele os levou de volta pra casa o mais rápido possível.

Lola Victorpujebet: Minerva era apaixonada por Alvo?
JK: Não! Nem todo mundo se apaixonada pelos outros.

Rachel Nell: JKR, obrigado por livros tão incríveis. Gostaria de saber como ninguém parecia perceber que Lily e Snape foram amigos na escola. Eles obviamente se viam para conversar, etc. James não sabia do passado deles?
JK: Obrigado pelo seu obrigado!
JK: Sim, é sabido que eles eram amigos e deixaram de ser. Nada mais que isso é conhecido.
JK: James sempre suspeitou que Snape tinha sentimentos mais profundos por Lily, o que era fator determinante no comportamente de James com Snape.

Abbey: Os Chuddley Cannons algum dia ganharão a Copa de Quadribol?
JK: Se Deus quiser, talvez. Mas eles precisariam trocar o time inteiro e beber MUITOS caldeirões de Felix Felicitas.(nt: pra mim era Felicius, mas ela colocou assim no chat)

Hayleyhaha: Por que Regulus mudou de lado?
JK: Ele não estava preparado para a realidade da vida como Comensal da Morte. A tentativa de assassinar Kreacher por parte de Voldemort fez com que ele realmente mudasse.

JK: Scorpius tem muito contra ele, não apenas o nome. Entretanto, eu acho que Scorpius poderia ser uma versão melhorada do pai, cuja má sorte foi soberana.
Stephval: Scorpius é mal-instruído como seu pai, ou Draco melhorou e ensinou melhor seu(s) filho(s)?
JK: Desculpem-me. falha técnica -respondi à questão antes de vê-la!
JK: Estou claramente ficando melhor em Legilimência.

Lona: Draco e Harry perderam a animosidade entre eles depois da morte de Voldemort?
JK: Não realmente. Há uma certa aproximação, pois Harry sabia que Draco odiava ser um Comensal da Morte, e não mataria Dumbledore, similarmente, Draco sente uma certa gratidão por Harry ter salvado sua vida.
JK: Verdadeira amizade está fora de questão, apesar disso. Muito aconteceu antes da batalha final.

Hannah: Por que Snape era tão mal-arrumado?
JK: Hmm, boa pergunta. Uma visão ruim? Será que ele olhava no espelho e se via tão lindo como era?
JK: Eu acho que ele valorizava mais outras qualidades em si próprio.

Ea: A pedra será encontrada, já que ela apenas está em algum lugar no chão da floresta? (nt: aparentemente, não obteve resposta)

Adwait313: A maldição no posto de Professor de DCAT finalmente acabou?
JK: Sim, finalmente. Comumente, eu recebo algumas perguntas sobre Quirrell, a respeito disso.
JK: Ele ensinou em Hogwarts por mais de um ano, mas NÃO no posto de professor de DCAT. Ele ensinava Estudo dos Trouxas.

Emily: O que aconteceu com Aberforth?
JK: Ele continua lá, com o Cabeça de Javali, brincando com seus bodes.

Abjopotter: Narcissa Malfoy é realmente uma Comensal da Morte?
JK: Não. Ela nunca teve a Marca Negra e nunca foi um membro ativo. Entretando, sua visão era idêntica à do seu marido até Voldemort planejar matar seu filho.

Emzzy: o Sr Weasley conseguiu consertar a moto do Sirius?
JK: Claro, e ela acabou se tornando posse do Harry.

Lulu: Você acha que Dumbledore era mais afeiçoado a Ron do que Ron e Harry acreditavam?
JK: Sim. Pelo tanto que Harry contava com Ron, e pelas informações que os professores de Ron passavam, Dumbledore entendia Ron melhor do que ele jamais soube, e gostava dele também.

Chelatina: Firenze foi aceito de volta no seu bando?
JK: Sim, o resto do bando foi forçado a reconhecer que os pensamentos pró-humanos de Firenze não eram vergonhosos, mas honrados.

Kristy: Qual foi sua cena favorita ao escrever "As Relíquias da Morte"?
JK: Cápitulo 34: A Floresta de Novo.

Chely: O patrono de James é um gamo e o da Lily, uma corça, é coincidência?
JK: Não, o patrono freqüentemente muda para tomar a imagem do amor da vida da pessoa (porque eles freqüentemente se tornam os "pensamentos felizes" que gera um patrono).

Jon: Já que Voldemort tinha medo de morrer, ele escolheu ser um fantasma, se sim, onde ele assombra, ou não é possível por causa dos horcruxes? (nt: pergunta aparentemente sem resposta)

Angela Morrissey: Se havia sete horcruxes, não seis, como Dumbledore supôs a Harry, isso quer dizer que Voldemort tinha uma alma de 8 partes, não 7.
JK: Sim, Voldemort acidentalmente dividiu sua alma em 8, não em 7.

Laura Trego: Hermione realmente pôs um feitiço da memória em seus pais? Ela diz que fez, mas cerca de 50 páginas depois, ele diz a Ron que nunca fez um feitiço da memória.
JK: São dois feitiços diferente. Ela não removeu a memória dos pais (como fez com Dolohov e Rowle depois); apenas os encantou para fazerem-nos acreditar serem pessoas diferentes.

Maura: Por que Voldemort não aplicava mais a Oclumência contra Harry, como fez no 6º livro?
JK: Ele estava perdendo controle e sem conseguir evitar que Harry visse sua mente. A conexão entre os dois nunca foi entendida por Voldemort, que não sabia que Harry era um horcrux.

Gandalfxj9: Krum encontrou o amor?
JK: Claro, apesar de ter de voltar à Bulgária para fazê-lo.

Twinkletoes: Por que você achou que a morte de Edwiges era necessária?
JK: A perda de Edwiges representa a perda da inocência e segurança. Ela era quase como um brinquedo pra Harry às vezes. Voldemort matando-a marcou o fim da sua infância. Sinto muito... Sei que a morte dela fez mal a MUITAS pessoas.

Lecanard: Nós veremos Harry e Ron tendo sua própria história nos sapos de chocolate?
JK: Definitivamente, e Ron descreverá isso como seu momento mais agradável.

Mike: Qual o encantamento para se criar um horcrux?
JK: Não posso dizer a você. Algumas coisas são melhores se forem mantidas não-ditas.

Samantha: Snape era o único Comensal da Morte que podia produzir um patrono corpóreo?
JK: Sim, porque o patrono é usado contra as coisas que os Comensais da Morte normalmente geram ou lutam juntos. Eles não precisariam de patronos.

Jess: Como Nagini podia ver Harry e Hermione se eles estavam sob a capa da invisibilidade?
JK: Os sentidos das cobras são diferentes dos dos seres humanos. Eles podem detectar calor e movimento de uma forma que nós não podemos.

Chucky: Você tinha outras alternativas para o título do livro, além de "Relíquias da Morte"?
JK: As duas outras possibilidades eram "A Varinha Anciã" (que usei como capítulo, ao invés disso) e "A Busca dos Peverell", que eu decidi contra rapidamente. Acho a palabra "busca", um pouco brega.

Iglooanne: Qual seria seu patrono?
JK: Gostaria que fosse uma lontra, como o da Hermione, mas acho que seria um cachorro grande.
The Stoic Cycle: Por que Voldemort não sabia que o anel de Gaunt era uma relíquia, quando ele o usou (como as memórias que o diário mostrou a Harry no livro 2)?
JK: Usar o anel não faz a pedra funcionar. A pedra existia fora do anel originalmente, e, para usá-la, você tem de virá-las três vezes na sua mão.

Finchburg: A marca negra permanece naqueles que Voldemort marcou após sua morte ou a tatuagem desaparece, agora que ele se foi? E obrigado por considerar minha questão.
JK: O prazer é meu, Finchbur! A Marca Negra vai se dissolver numa cicatriz, não muito diferente do raio que Harry tem na testa.
JK: E, como a de Harry, essas cicatrizes não mais queimarão ou doerão.

Katie Mosher: Como anda O Pasquim nesses dias?
JK: Muito bem, na verdade. Ele voltou à sua condição natural de lunacidade avançada, e é apreciado pelo seu humor não-intencional.

Camille: Querida Sra Rowling, já que estou aqui, quero agradecer por me fazer rir, chorar (muito! e a maioria do choro foi pelo Sirius!) desde que tenho 11 anos, um longo tempo, já que tenho 20. A mágica do Harry e a sua estarão comigo para sempre. Obrigada!
JK: Muito obrigado mesmo, Camille, e desculpe-me pelo Sirius. Esse cara tem um monte de fãs.
JK: A maioria mulheres, devo acrescentar.

Nicofr: Winky continua bebendo muita cerveja amanteigada?
JK: Ela parou um pouco agora.

Isabel: Bellatrix amava seu marido ou ela amava apenas Voldemort?
JK: Ela pegou um marido sangue-puro, porque era o que se esperava dela, mas seu verdadeiro amor sempre fora Voldemort.

jenny: Como Snape manteve seu patrono secreto do resto da ordem.
JK: Ele era cuidados em não usar o patrono falante como forma de comunicação com eles. Não era difícil, já que seu serviço particular para a ordem era espionar e mandar um patrono a eles poderia revelar sua verdadeira fidelidade.

Darchey: Voldemort alguma vez amou uma garota?
JK: Não, ele amava apenas o poder e a si mesmo. Ele valorizava pessoa que ele poderia usar para avançar nos seus próprios objetivos.

Leo: Do que seria feita sua varinha?
JK: Eu gostaria de ter a varinha do Harry - azevinho e pena de fênix.

Brian: A AD mantém as moedas?
Jk: naturalmente. Elas podem ser usadas como insígnias ou medalhas de honra - prova de que o dono lutou de coração contra Voldemort desde o início. Eu gosto de imaginar Neville mostrando a dele para seus alunos admirarem.

Tracie. O quão aliviada você estar de finalmente poder falar sobre a série sem guardar segredos?
JK: Estou muito feliz! É ótimo poder fazer isso, esperei por isso por tanto tempo!

Lou: Como Snape entrou no Largo Grimmauls para pegar a segunda parte da carta, se havia feitiços de proteção na casa para impedi-lo de entrar?
JK: Snape entrou na casa imediatamente após a morte de Dumbledore, antes de Moody colocar os feitiços contra ele.

Koen Van Der Voort: Por que a cicatriz na testa do Harry tem formato de raio?
JK: Pra ser honesta, porque é um formato legal. Eu não podia fazer meu herói ter uma cicatriz no formato de uma rosquinha.

Louie: A formação espinhenta da Marietta sumiu?
JK: Possivelmente, mas deixou algumas cicatrizes. Detesto traidores.

Katie B: Por que Harry foi pra King's Cross quando morreu?
JK: Por muitas razões. O nome funciona bem, e foi estabelecido nos livros como o portal de separação dos dois mundos, e Harry podia associar isso com o movimento entre dois mundos (não esqueçamos que é a imagem de Harry que nós vemos, não necessariamente
JK: o que está lá.

JK: Nós já ulltrapassamos o limite. Tivemos mais de 120.000 questões, pelo que fui avisada.
JK: O que posso dizer? OBRIGADA! Muito obrigada mesmo por estarem comigo e com Harry por tanto tempo. Vocês fizeram desta uma incrível jornada para a autora do Harry.

JK: Eu gosto dessa questão, então, pegarei como a última.
Tess: Que canção trouxa você imagina sendo tocada no funeral de Dumbledore?
JK: com certeza "I did it my way" de Frank Sinatra.

JK: Sei bem que não respondi tudo. Fiquem de olho no meu site, e eu tentarei responder mais algumas questões lá daqui a algum tempo.

JK: Muito obrigada a todos, tive um tempo muito legal aqui e espero que tenha conseguido cobrir algumas das maravilhosas perguntas (e escuto um rugido distante de "VOCÊ NÃO RESPONDEU À MINHA!")
JK: É isso. Estou desaparatando. Tchau!



• 
O QUE O EPÍLOGO NÃO CONTOU
J.K. Rowling segue respondendo dúvidas de fãs. Por que o epílogo não resolveu todas as dúvidas? A escritora aproveita as últimas entrevistas para responder o que falta.

Em Harry Potter e as Relíquias da Morte é dito que Neville é professor de Herbologia em Hogwarts. No entanto, não se menciona a profissão de outros personagens.

Hoje, graças ao programa de TV "Today Show", sabemos que Harry e Ron são aurores ("trabalharão juntos em reformar o Departamento de Aurores") e Hermione trabalha no Departamento de Aplicação da Leis Mágicas.
Harry e Ron revolucionaram o departamento. Não importa quantos anos tenham os demais ou o que tenham feito." disse JK.

Por outro lado, Hermione tem um posto muito alto no Ministério, na Regulação da Lei Mágica.

Assegura que o trio fez uma mudança grande no Ministério, e agora é "um bom lugar para estar." Completa que "eles mudaram o mundo".

Ainda que parecesse, o futuro de Luna Lovegood não é tão incerto. "Creio que agora Luna viaja pelo mundo em procura de criaturas loucas. Ela é naturalista, ou a equivalência disso no Mundo Mágico."
Também soubemos que a morte de Fred, Remo e Tonks não esteve planejada desde o início. Na mudança, Arthur Weasley morria num dos primeiros rascunhos da Ordem do Fênix.
"Estava muito orgulhosa de que a morte de Harry fosse uma grande possibilidade. Estava muito orgulhosa, porque em minha história existia a possibilidade real da morte. Queria que o leitor sentisse que qualquer um podia morrer, como na vida real."

"[As mortes de] Fred, Lupin e Tonks me causaram realmente muitíssima dor."

"Lupin e Tonks são dois dos assassinados que no início iam viver."
Rowling também não vê Snape como um herói: jamais teria ajudado Harry se não fosse apaixonado por Lílian.

Você pode assistir ao vídeo do programa aqui


• O OUTRO TÍTULO DO LIVRO 7

J.K. Rowling já havia declarado anteriormente que estava em dúvida entre 3 títulos para o sétimo livro. O escolhido, como nós já sabemos, foi "Harry Potter and the deathly hallows" ("Harry Potter e as relíquias da morte").

Porém, na leitura que a autora fez no último dia 21 no Museu da História Natural em Londres a partir das 00h01, ela revelou um outro título que a teria posto em dúvida.

Esse foi o diálogo que aconteceu após o lançamento do livro:

P: Você gritou escrevendo o último capítulo?
JK: Não, mas eu gritei ao escrever um outro capítulo.

P: Que capítulo era esse?
JK: Capítulo 34.

P: Nos dirá algum dos títulos alternativos?
JK: Não. Um é de fato o nome de um capítulo e o outro dá muita informação.

P: Que capítulo tem o outro título?
JK: Capítulo 32.

P: Um personagem principal morre?
JK: Defina personagem principal.

P: (Eu não ouvi a definição de principal).
JK: Então sim, um personagem principal morre.

P: Que personagem foi poupado?
JK: Eu não posso lhe dizer isso. Oh ele é um homem adulto e por adulto entenda-se mais de 25 [anos].

P: Em qual Casa você entraria?
JK: No [programa] "Blue Petter" eu havia dito que na Casa onde Gordon Brown e David Cameroon estivessem. Isso chamou para um pensamento rápido. Por mim eu iria para a Grifinória, mas como é a minha série, eu posso ir onde eu quiser.

Agora que o livro já foi lançado, sabemos que um dos possíveis título para o sétimo livro seria "Harry Potter and the Elder Wand" ("Harry Potter e a Varinha Anciã", em tradução livre) e que o personagem adulto poupado foi Arthur Wealey, que deveria ter morrido no quinto livro, mas JK mudou de idéia.

© 2005-2007 Omundodeharrypotter.com.br - Todos os direitos reservados